Palmeiras 3×0 Coruripe – sem um meia de ofício não dá

Valdívia suspenso, Daniel Carvalho machucado; sem nossos dois principais meias nosso primeiro tempo foi desesperador. Ainda bem que o Felipão mudou o time no intervalo, tirando o ineficiente Patrik para a entrada do Pedro Carmona. Maikon Leite também não estava numa boa noite em frente à retranca coruripense e deu lugar a Ricardo Bueno, que soube lidar melhor com a defesa adversária (apesar de alguns lances bem aquém do que se espera dele).

Gazeta Esportiva: Marcos Assunção decide novamente e Palmeiras elimina o Coruripe

O jogo – Assim como no primeiro encontro entre as duas equipes, o Palmeiras começou o jogo de modo arrasador e não deu chances para o Coruripe respirar nos minutos iniciais. O time chegava bem pelas laterais do campo e conseguia trocar passes com facilidade no setor defensivo dos alagoanos.

(…) Apesar da intensa pressão, os comandados de Luiz Felipe Scolari erravam muitos passes e eram prejudicados pela individualidade de Maikon Leite. Além disso, Marcos Assunção não acertava as cobranças de bola parada e permitia o desvio dos zagueiros adversários

Lancenet: Tranquilo! Palmeiras faz três no Coruripe e avança na Copa do Brasil

As ausências de Valdivia e Daniel Carvalho foram bem sentidas. Com muita movimentação dos homens de frente, ficou faltando aquele “último passe” para Barcos e Maikon Leite. Por sua vez, o Coruripe pouco fez na primeira etapa. A chance mais perigosa veio em uma cobrança de falta de Cleiton, obrigando Deola espalmar no seu ângulo esquerdo.

UOL Esporte: Palmeiras acorda no 2º tempo, bate o Coruripe e avança na Copa do Brasil

No segundo tempo, Luiz Felipe Scolari colocou o time para frente. Pedro Carmona e Ricardo Bueno entraram nos lugares de Patrik e Maikon Leite. O camisa 9, no seu 10º minuto de jogo, sofreu a falta na entrada da área. E então Marcos Assunção resolveu como sempre. Na cobrança de falta, ele colocou a bola nas redes de Juninho, tranquilizando a torcida presente no Jayme Cintra. O gol fez a equipe do Coruripe se expor.

Globoesporte.com: Verdão acorda no segundo tempo, goleia o Coruripe e se classifica

O gol deu tranquilidade ao Palmeiras. E isso era justamente o que o time precisava para deslanchar. Barcos, louco para marcar, não poderia perder a chance de sair de campo sem deixar o dele e fez bom proveito da pressão da equipe. Quatro minutos depois de o Verdão abrir o placar, Assunção apareceu novamente pela lateral direita e colocou a bola na cabeça do Pirata, que marcou seu segundo gol na competição nacional (o nono com a camisa do clube).

iG Esporte: Sem dificuldades, Palmeiras vence o Coruripe por 3 a 0

O terceiro gol do jogo saiu aos 39 minutos. O lateral-esquerdo Juninho invadiu a área e bateu cruzado. A bola ainda desviou em Jhota antes de morrer no fundo das redes. Depois, nos minutos finais, o Palmeiras administrou o resultado.


escreva seu comentário